Centro de Ciências Exatas e da Terra

Dia 30: Defesa de tese – PPGCC

Dia 30: Defesa de tese – PPGCC

Dia 30, às 14:00, a discente Layara Campelo dos Reis fará sua DEFESA DE TESE, cujo título é “PRODUTIVIDADE DA SOJA SOB DIFERENTES CENÁRIOS DE VARIABILIDADE CLIMÁTICA NA REGIÃO DO MATOPIBA, BRASIL“. Toda a apresentação será transmitida ao vivo no YouTube, Clique Aqui para assistir. PPGCC – Pós Graduação em Ciencias Climáticas MEMBROS DA BANCA: PROF. DR. CLAUDIO MOISES SANTOS E SILVA (PRESIDENTE DA BANCA) PROF. DR.  BERGSON GUEDES BEZERRA PROFA. DRA.  MARIA HELENA CONSTANTINO SPYRIDES PROF. DR.  MURILO DOS SANTOS VIANNA PROFA. DRA.  DANIELLE BARROS FERREIRA

RESUMO: A soja é um importante produto econômico, pois a partir dela é possível produzir matéria-prima para alimentos, combustíveis e indústria. A caracterização da variabilidade climática fornece informações valiosas para o manejo dessa cultura, visto que a produtividade é resultado da interação entre vários fatores meteorológicos e o genótipo da cultivar. Assim, o objetivo geral deste estudo foi analisar a influência de mecanismos na interface oceano-atmosfera (El Niño-Oscilação Sul e gradiente térmico inter-hemisférico do Atlântico Tropical) na variabilidade espaço-temporal da produtividade da soja no MATOPIBA. Foram utilizados: i) dados meteorológicos diários de 1980-2013 (Xavier et al., 2016); ii) propriedades (química, física e hídrica) da classe de solo predominante na área de interesse, disponíveis na plataforma World Inventory of Soil Emission Potentials (WISE) do International Soil Reference and Information Centre (ISRIC); iii) coeficientes genéticos de cultivar de soja com Grupo de Maturidade Relativa (GMR) adaptada às condições da região, disponível na literatura. Para as análises climáticas utilizou-se os métodos: i) análise de cluster; ii) teste de Mann-Kendall; iii) análise de índices de extremos do Climdex. O Índice de Satisfação da Necessidade de Água (WRSI, do inglês Water Requirement Satisfaction Index) para definição do risco agroclimático e a produtividade foram estimados por meio do modelo CROPGRO-Soybean do sistema DSSAT (Decision Support System for Agrotechnology Transfer). Na simulação consideraram-se 9 datas de plantio entre outubro a dezembro durante 33 anos agrícolas (1980-2013) para três cenários meteorológicos (climatologia, favorável-wet e desfavorável-dry). A análise de cluster indicou quatro sub-regiões de precipitação homogênea no MATOPIBA. As análises dos índices de extremos mostraram alterações significativas, sendo a maioria das mudanças nos indicadores de temperatura. Áreas próximas (CI e CII) apresentaram tendências opostas significativas para os índices de precipitação. Os diferentes cenários meteorológicos podem alterar os padrões espaço-temporais da precipitação e do risco agroclimático. No cenário favorável-wet houve uma maior probabilidade de aumento na produtividade e uma maior janela favorável para a semeadura da soja, enquanto que o oposto é verdadeiro. Porém, considerando o cenário desfavorável-dry, em algumas áreas a redução das perdas na produtividade dependerá da escolha da data de plantio. Este estudo orientará a tomada de decisões pelo setor produtivo, tendo em vista os efeitos climáticos na produtividade da soja no MATOPIBA, permitindo o controle na expansão de áreas, em benefício da preservação dos serviços ecossistêmicos de regulação climática.